Menu

BGS 2017: Dragon Ball FighterZ é um game de luta para os mais variados gostos


Dragon Ball FighterZ é um game que à essa altura não precisa nem de introdução. Uma parceria inusitada entre a Bandai Namco e a Arc System Works, trouxe um dos jogos de anime mais fiéis e bonitos dos últimos tempos.

O game empresta um pouco do formato estabelecido em Marvel VS Capcom 2, oferecendo batalhas em trio em um ambiente 2.5D, ou seja, os personagens e cenário são em 3D, porém, a perspectiva da câmera é lateral. Por conta dessa modelagem 3D, e os gráficos estilizados em cel shading, cada batalha no jogo parece ter saído diretamente do anime, ainda mais que os desenvolvedores não economizaram nas referências e golpes icônicos de cada personagem.

A build presente na BGS era a mesma que foi disponível no último mês durante o Beta fechado do game (o qual fizemos um vídeo de gameplay).  Personagens estavam disponíveis, trazendo variedade no gameplay. Por exemplo, alguns personagens como Goku, Vegeta e Cell, eram mais equilibrados, Buu e Android 16, eram mais pesados e lentos, porém, causavam maior dano. Krilin e Gohan eram pequenos, porém, ágeis e contavam com habilidades que compensavam seus tamanhos.

 

 

Por conta do número de personagens e uma partida, as lutas eram relativamente longas, podendo levar até cinco minutos. O gameplay de DB FighterZ empresta características de diferentes jogos, para criar sua própria identidade. É possível identificar um pouco de outros jogos da Arc System como Blazblue e Guilty Gear no sistema de batalha, principalmente por questão do formato de batalha com três botões. É possível aplicar auto combos com dois botões diferentes, porém, tal método, não traz benefícios ao decorrer da batalha, por serem fácil de se contra atacar com golpes que causam maior dano. Por último, o sistema de parceiros é bem familiar a série Marvel Vs Capcom, já que é possível substituir seu parceiro a quase qualquer momento durante a batalha, ou pedir por ajuda.

 

 

Dragon Ball FighterZ tem um pouco a oferecer para todas as tribos. Os fãs do anime são recompensados com diversas referências e momentos icônicos da série, enquanto os fãs de jogos de luta, tem em mãos um game competente e divertido, já aos curiosos, um jogo de luta com fácil acesso e visuais incríveis. O game chega em fevereiro do próximo ano ao Playstation 4, Xbox One e PC.


Curta o Gamepress nas redes sociais:
Facebook
RSS

Curta no Facebook!

Canal Gamepress no YouTube!

SOULCALIBUR VI é anunciado para PS4, XB1e PC durante The Game Awards

Últimos Tweets