Menu

Horizon Chase Turbo mira e acerta na nostalgia


Finalmente, depois de alguns anos do seu lançamento nas plataformas mobile, Horizon Chase chega em sua nova versão “Turbo”ao Playstation 4 e PC – em um primeiro momento, afinal já foi deixado claro que sairá em outras plataformas – de forma renovada, com mais pistas, novos modos de jogo e muitos carros à disposição do jogador.

É impressionante o grande trabalho que a desenvolvedora brasileira Aquiris entregou neste jogo que funciona muito bem como um grande tributo aos jogos de corrida que marcaram época nos anos 90. Segundo a própria desenvolvedora, suas fontes de inspiração são jogos como Top Gear, Out Run, Lotus Turbo Challenge e Lamborghini American Challenge, mas é bem provável que os jogadores dessa época que estão jogando Horizon Chase Turbo agora já tenham percebido, pois a essência desses jogos citados está em cada detalhe de Horizon Chase.

A jogabilidade é extremamente arcade e funciona muito bem com o estilo retrô proposto pelo jogo onde basta o jogador acelerar, frear e decidir o melhor momento de usar o botão de turbo para deixar todos os adversários para trás de uma só vez.

Desempenho de alto nível

Os gráficos são bem bonitos e são construídos usando uma técnica chamada “Low Poly”, onde os polignos são maiores que o normal e suas arestas acentuam os ângulos retos, ajudando a criar a atmosfera perfeita de um jogo dos anos 90 com ambientes renovados, incluindo clima dinâmico e passagens de tempo durante as corridas, que podem começar durante a madrugada e terminar com o sol a pino.

A trilha sonora é o grande destaque do jogo e foi composta por ninguém menos que Barry Leitch, também compositor da trilha sonora de Top Gear do Super Nintendo. Então, espere músicas épicas, com vários arranjos das trilhas clássicas dos jogos da década de 90, remixes das músicas já consagradas e várias outras trilhas originais marcantes, todas elas remetendo aos grandes clássicos do gênero de corrida.

Evite atalhos

O desafio do jogo é bem intenso e a sua jogabilidade simples e intuitiva pode enganar os mais novatos, dando a entender que se trata de um jogo bem fácil em um primeiro momento. A verdade é que Horizon Chase se revela um jogo bem mais complexo, principalmente se o jogador optar por ir mais fundo nos desafios propostos. No modo “Volta ao Mundo”, por exemplo, as corridas são divididas por países e os mesmos só são inteiramente completados se em todas as corridas, além de vencer, o jogador recolher todas as moedas de pontuação espalhadas pela pista.

Existe ainda o modo Torneio tradicional, no qual o jogador obtém pontos de acordo com o seu desempenho em cada corrida e o modo Resistência, onde é possível correr em todas as 109 pistas, de maneira aleatória, com os mais de 30 carros que o jogo coloca à disposição.

Outra opção que promete longevidade ao game é o modo multiplayer. Embora seja uma sentida ausência não existir opção de corrida online – apenas de bater o “fantasma” do colega virtual – jogar com tela dividida entre até 4 jogadores no co-op local é um prazer realmente nostálgico.

Horizon Chase Turbo é uma obra prima na cena dos games independentes que pode ser considerado como sucessor espiritual de Top Gear e seus derivados. A Aquiris fez um excelente trabalho entregando um jogo que pode agradar bastante os iniciantes, mas que mira – e acerta em cheio – nos “gamers old school”. O saudosismo pode envolver o jogador de uma maneira nunca vista antes em um jogo de videogame sem deixar para trás os novos adeptos aos jogos de videogame, entregando uma jogabilidade simples, sólida, divertida e livre de bugs.

Curta o Gamepress nas redes sociais:
Facebook
EMAIL

Comentários

comentários

Curta no Facebook!

Canal Gamepress no YouTube!

Cyberpunk 2077 será em PRIMEIRA PESSOA mas não é FPS! ENTENDA! - News EXPRESS